Que tipo de engenharia tem  mais a ver com você?

Teoricamente, os engenheiros são os profissionais que transpõem os conhecimentos científicos dos laboratórios e pranchetas para o mundo real, transformando projetos e números em produtos e processos mais inteligentes. Observamos que quase tudo ao nosso redor tem a participação de um engenheiro, desde os alimentos que consumimos (engenheiro agrícola, de alimentos) o carro da família (engenheiro industrial, mecânico, de controle e automação, entre outros) e até a casa onde moramos (engenheiro civil, de materiais). São mais de 30 possibilidades. Algumas até, que nem sabemos. Confira as principais atribuições de cada tipo e desculbra qual delas se encaixa mais ao seu perfil.

  • Engenharia Acústica: Desenvolve técnicas e equipamentos para manter num nível razoável o ruído de um ambiente. Cria softwares e produz equipamentos eletrônicos, como medidores de nível sonoro e audiômetros. Atua no controle e na fiscalização da emissão de ruídos e vibrações e emite laudos técnicos
  • Engenharia Aeronáutica: Elaboração de projetos para a construção de aeronaves
  • Engenharia Agrícola: Projeta e administra técnicas e equipamentos usados na produção agropecuária. Estuda e implementa métodos de armazenagem, constrói silos, armazéns, estufas e sistemas de irrigação e drenagem
  • Engenharia ambiental: Projeta, constrói e gerencia a operação de sistemas de obtenção e distribuição de água, de coleta e tratamento de esgoto e do descarte ou da reciclagem de resíduos sólidos
  • Engenharia biomédica: Cuida da concepção de equipamentos médicos, biomédicos e odontológicos, tanto para diagnóstico quanto para tratamento
  • Engenharia cartográfica e de agrimensura: Trabalha com a captação e a análise de dados geográficos e topográficos para a elaboração de mapas. Mede terrenos e pesquisa as características do solo e do relevo da área
  • Engenharia civil: Projeta, gerencia e executa obras como casas, prédios, pontes, viadutos, estradas e barragens
  • Engenharia da computação: Projeta e constrói computadores, periféricos e sistemas que fazem a integração entre hardware e softwares
  • Engenharia da mobilidade: Cuida da construção, do monitoramento e da manutenção da infraestrutura rodoviária, ferroviária, portuária e aeroportuária. Ocupa-se também da sinalização viária, da gestão e do planejamento do transporte urbano, visando à melhoria da fluidez do tráfego
  • Engenharia de alimentos: Atua na fabricação, na conservação, no armazenamento e no transporte de alimentos industrializados
  • Engenharia de bioprocessos e biologia: Conhece a química e a física relacionadas aos processos industriais que envolvem substâncias produzidas por seres vivos e aplica esses conhecimentos no processo de fabricação de bebidas, alimentos e biocombustíveis
  • Engenharia de biossistemas: Aplicação de tecnologias nos processos de produção agropecuária, visando a produtividade do agronegócio.  Esse engenheiro lida com produção animal e vegetal, automação, agricultura e zootecnia de precisão
  • Engenharia de controle e automação: Projeta, gerencia e opera equipamentos utilizados nos processos produtivos das indústrias em geral. É o responsável pela programação das máquinas e pela adaptação de softwares aos processos industriais
  • Engenharia de energia: Planeja, analisa e desenvolve sistemas de geração, transporte ou transmissão, distribuição e utilização de energia. Lida com todas as formas de energia que compõem a matriz energética brasileira – seja ela renovável, como hídrica, solar, eólica ou de biomassa, seja não renovável, obtida de petróleo, carvão, gás natural ou material radioativo, como o urânio
  • Engenharia de inovação: Domina os conhecimentos básicos da engenharia, em todos seus aspectos, o que lhe permite atuar nos diversos ramos e mercados de trabalho das engenharias – de elétrica a mecânica, de bioquímica a agrícola
  • Engenharia de materiais: Pesquisa novos materiais e novos usos industriais para os materiais já existentes. Pesquisa resinas, plásticos, cerâmicas e ligas metálicas. Aperfeiçoa suas propriedades e estabelece combinações que resultam em  produtos inéditos
  • Engenharia de minas: Trabalha na prospecção (busca de jazidas), lavra (extração de minérios), separação e concentração do material extraído. Estuda a viabilidade técnica e econômica da exploração, elabora e executa o projeto de extração, escolhendo equipamentos e dimensionando os recursos humanos e materiais necessários
  • Engenharia de pesca: Atua com a cultura, a criação, a captura e a industrialização de organismos aquáticos. Aplica novos métodos e tecnologias na localização, captura, beneficiamento e conservação de peixes, crustáceos e moluscos. Na aquicultura, cuida da criação e da reprodução de organismos marinhos em fazendas aquáticas
  • Engenharia de petróleo: Combina as técnicas da engenharia com conhecimentos em geologia e mineração para descobrir e explorar poços e jazidas de petróleo e gás natural
  • Engenharia de Produção: Gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, com o objetivo de aumentar sua produtividade e rentabilidade. Sua formação associa conhecimento de engenharia a técnicas de administração e fundamentos de economia
  • Engenharia de segurança no trabalho: Cria equipamentos e máquinas para zelar pela saúde e pela integridade física do trabalhador, reduzindo ou eliminando o risco de acidentes no ambiente de trabalho. Também elabora, administra e fiscaliza planos de prevenção de acidentes ambientais
  • Engenharia de sistemas: Desenvolve sistemas tecnológicos complexos – sistemas que fazem parte de outros sistemas e que envolvem grande quantidade de variáveis. Trabalha em empresas do setor tecnológico de alta complexidade – fabricantes de aviões, automóveis, navios e equipamentos de grande porte, como plataformas marítimas de petróleo e infraestrutura de telecomunicações
  • Engenharia de software: Desenvolve softwares e programas computacionais. Cria aplicativos, jogos, plataformas digitais para atividades educacionais e sistemas específicos, como para dados médicos e bancários
  • Engenharia de telecomunicações: Desenvolve e implanta redes de telecomunicações, como telefonia, internet, rádio e televisão. Cuida de cabeamentos aéreos e subterrâneos, satélites artificiais, centrais de transmissão, captação, codificação e retransmissão de sinais
  • Engenharia Elétrica: Lida com a geração, a transmissão e a distribuição da energia elétrica. Trabalha em projetos de instalações elétricas e participa do projeto e da construção de usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares
  • Engenharia eletrônica: Projeta e desenvolve componentes, equipamentos e sistemas eletroeletrônicos, empregados em automação industrial, sistemas de geração, transmissão e distribuição de eletricidade e eletrônica de consumo (aparelhos de rádio, TV e vídeo)
  • Engenharia física: Aplica os conhecimentos da Física na pesquisa e no desenvolvimento de materiais e tecnologias. Cria e desenvolve dispositivos que utilizam raios laser em equipamentos médicos e biomédicos, por exemplo. Atua também nas indústrias química e petroquímica
  • Engenharia florestal: Estuda e promove a exploração sustentável de recursos florestais. Seleciona sementes e mudas, identifica e classifica espécies vegetais e procura melhorar suas características. Elabora e acompanha projetos de preservação ambiental
  • Engenharia hídrica: Cuida da exploração, do uso e da gestão dos recursos hídricos. Planeja e orienta a utilização das águas de bacias hidrográficas. Cuida da captação, do transporte, do emprego e do tratamento da água para atender a população e reduzir ou evitar eventuais danos ambientais
  • Engenharia industrial madeireira: Gerencia o processo industrial de transformação da madeira, do seu corte e armazenamento à fabricação de produtos. Verifica se a madeira está dentro do padrão de qualidade exigido pela indústria
  • Engenharia mecânica: Desenvolve, projeta e supervisiona a produção de máquinas, equipamentos, veículos, sistemas de aquecimento e de refrigeração e ferramentas específicas da indústria mecânica
  • Engenharia metalúrgica: Trabalha na transformação de minérios em metais e ligas metálicas e na sua aplicação na indústria. Desenvolve e adapta esses metais para os mais diversos usos industriais, desde a confecção de chapas e vigas para a construção civil até a produção de latas de refrigerante, implantes ortopédicos e trens de pouso de aviões
  • Engenharia naval: Projeta a estrutura, os motores e todos os demais componentes de qualquer tipo de embarcações – de pequenos barcos e lanchas a grandes navios cargueiros e de plataformas marítimas de petróleo
  • Engenharia nuclear: Trabalha em usinas que produzem eletricidade tendo como fonte elementos radioativos, como urânio. Projeta, constrói e opera reatores nucleares e desenvolve e dá manutenção a equipamentos de radiologia
  • Engenharia química: Cuida dos processos industriais que empregam transformações físico-químicas. Cria técnicas de extração ou obtenção de matérias-primas e atua na sua utilização e transformação em produtos químicos e petroquímicos, como tintas, plásticos, têxteis, papel e celulose
  • Engenharia têxtil: Trabalha em toda a cadeia produtiva da indústria têxtil, da fabricação e do tratamento de fibras, fios e tecidos à  confecção de vestuário. Projeta as instalações da indústria e os equipamentos da linha de produção em tecelagens e empresas de confecção

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *